COC – Centro de Oncologia Campinas

Pianista acaricia a alma dos pacientes do Centro de Oncologia Campinas

Aluno do último ano do curso de Enfermagem, Lucas de Sousa Oliveira, de 25 anos, conseguiu reunir várias das coisas que aprecia fazer em uma única tarefa. Três vezes por semana, cuida da alma e do espírito das pessoas que frequentam o Centro de Oncologia Campinas, à frente de um piano instalado no saguão da unidade. A música é um aditivo valioso para a saúde dos pacientes que, em breve, Lucas tratará na condição de enfermeiro.

Música e saúde caminham lado a lado na vida de todos e nos objetivo de Lucas. A musicoterapia é conhecida aliada de tratamentos médicos. Contribui para aliviar o estresse, diminuir a ansiedade e alegrar as pessoas. “A música que toco ajuda os pacientes a desviarem um pouco os pensamentos das preocupações que envolvem as doenças, os resultados, os tratamentos. É gratificante poder ajudar”, detalha.

A música é parte importante na vida de Lucas. Além de piano, também toca violão e começou a frequentar o COC voluntariamente, a convite do oncologista Fernando Medina, a quem conheceu na Paróquia Menino Jesus de Praga, onde também se apresenta. Ele ainda participa do projeto Saúde, Música e Alegria, idealizado por Serge Tshiswaka, que alegra pacientes e funcionários nos hospitais de Campinas.

A ciência comprovou que a música impacta nas emoções, no comportamento e, consequentemente, na saúde. Ao tocar um instrumento ou ouvir uma música, várias áreas do cérebro são acionadas, incluindo o centro de prazer. O cérebro processa o som e o corpo sente os efeitos positivos da reação.

Saiba mais: Piano solidário ressoa harmonia e leveza pelo Centro de Oncologia Campinas

Musicoterapia no COC

Enquanto se apresenta no COC, Lucas consegue conhecer um pouco mais dos pacientes por meio das reações que têm à música e também dos pedidos que fazem a ele. E são os detalhes que fazem a diferença para seu trabalho. “Observo que as pessoas chegam tensas e, aos poucos, vão se soltando. Logo começam a mexer os pés no ritmo da música, acompanham com a cabeça, mexem as mãos. Fico feliz de ver a transformação acontecer aos poucos”, descreve.

Os gostos musicais dos pacientes, conta Lucas, são os mais variados possíveis, o que colabora para a ampliação do repertório do pianista, também eclético. “Me pedem para tocar de tudo, músicas clássicas, populares, MPB, gospel, o que é legal, porque sempre agrada quem está no saguão”.

Lucas também teve a oportunidade de participar de momentos especiais, como na homenagem prestada ao casal Neiva e Antonio Armando de Camargo. Dona Neiva, paciente do COC, pediu para que tocassem a música do casal na véspera das Bodas de Ouro, no dia 11 de junho, assim que eles entrassem no saguão do Centro.

“A Whiter Shade of Pale” emocionou seu Antonio e, embora autora da homenagem, dona Neiva também acabou surpreendida, quando a música tocada por Lucas veio acompanhada de um videoclipe, exibido na rede interna do COC, com fotos de momentos marcantes do casal. E a música acalentadora e inspiradora de Lucas embalou os 50 anos de união de casal.

Confira aqui a história de Neiva e Antonio, que comemoraram suas Bodas de Ouro ao som do piano solidário do COC.

 

Pianista Lucas de Souza Oliveira e a voluntária Thalia Moura, que o acompanha cantando.